Período expulsivo no trabalho de parto, parte 2! Por: Fernanda Barboza

0

Período expulsivo no trabalho de parto, parte 02! Por Fernanda Barboza

Vamos abordar alguns detalhes sobre o 2º período do trabalho de parto de acordo com as novas diretrizes de 2017?

  1. Posição na Hora do Trabalho de Parto

Deve-se desencorajar a mulher a ficar em posição supina, decúbito dorsal horizontal, ou posição semissupina no segundo período do trabalho de parto.

A mulher deve ser incentivada a adotar qualquer outra posição que ela achar mais confortável incluindo as posições de cócoras, lateral ou quatro apoios.

Informar às mulheres que há insuficiência de evidências de alta qualidade tanto para apoiar como para desencorajar o parto na água.

  1. Cuidados com o Períneo

É indicada a técnica de proteção do períneo (Manobra de Ritgen):

Cuidados com o períneo de acordo com a novas diretrizes 2017:

  1. Episiotomia

Deve ser realizada de forma seletiva em algumas situações específicas:

Episiotomia

A Manobra de Kristeller (contraindicada)

Consiste na aplicação de pressão na parte superior do útero com o objetivo de facilitar a saída do bebê. É contraindicada por aumentar os riscos para o bebê e aumentar a dor no trabalho de parto.

  1. Clampeamento do Cordão

O clampeamento tardio é o modo fisiológico de tratar o cordão melhorando os índices de hematócrito e hemoglobina do bebê. É indicado clampear o cordão entre 1 a 5 minutos (3 minutos é o mais indicado).

O Clampeamento precoce consiste em clampear o cordão antes de 1 minuto. Essa medida deve ser realizada em situações específicas: as gestações e partos de risco, a sensibilização Rh, o parto prematuro, o sofrimento fetal com depressão neonatal grave, o parto gemelar e o da mulher HIV+.

Então, isso fecha o segundo período do trabalho de parto. Espero que estejam estudando muito para alcançarem seus objetivos! Não se esqueçam de verificar nossos artigos e dicas nas mídias sociais do gran saúde, e nossos cursos online!

_______________________________________________

Fernanda Barboza é graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia e Pós-Graduada em Saúde Pública e Vigilância Sanitária. Atualmente, servidora do Tribunal Superior do Trabalho, cargo: Analista Judiciário- especialidade Enfermagem, Professora e Coach em concursos. Trabalhou 8 anos como enfermeira do Hospital Sarah. Nomeada nos seguintes concursos: 1º lugar para o Ministério da Justiça, 2º lugar no Hemocentro – DF, 1º lugar para fiscal sanitário da prefeitura de Salvador, 2º lugar no Superior Tribunal Militar (nomeada pelo TST). Além desses, foi nomeada duas vezes como enfermeira do Estado da Bahia e na SES-DF. Na área administrativa foi nomeada no CNJ, MPU, TRF 1ª região e INSS (2º lugar), dentre outras aprovações.


Estudando para concursos da área da Saúde? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Deixe uma resposta