Lavagem das mãos vs. higienização das mãos. Por Fernanda Barbosa

0

Primeiro, é importante você se lembrar de que esse termo de “lavagem das mãos” está desatualizado. Hoje chamamos de “higienização das mãos”, com várias técnicas diferentes, a depender dos objetivos de cada situação. Como, por exemplo, a higienização simples, a higienização com álcool gel a 70%, a higienização antisséptica e a degermação cirúrgica.

Detalhamos esse assunto dentro da temática de biossegurança – medidas de precauções.

Vejamos mais algumas questões a respeito.

  1. (AOCP/2015) A ação considerada uma das mais importantes para reduzir a taxa de infecção no ambiente hospitalar é:

a) manter o setor em ordem.

b) fazer desinfecção dos leitos com álcool 70%.

c) manusear com cuidado os materiais contaminados.

d) lavar as mãos com técnicas corretas.

e) descartar os resíduos hospitalares.

Resposta: Letra d.

Observe que a Portaria n. 2.616/1998 enfatiza este aspecto: a “lavagem das mãos” é, isoladamente, a ação mais importante para a prevenção e controle das infecções hospitalares.

  1. (CESPE/2015) A respeito da terminologia e de produtos técnicos de enfermagem, julgue o item a seguir.

Degermação é a remoção de detritos e impurezas sobre a pele, por meio de detergentes sintéticos e sabões, que removem mecanicamente a flora transitória e residente.

Resposta: Errado

A degermação não remove a flora residente por completo. Observe o conceito de degermação das mãos: degermação é a remoção de detritos e impurezas depositados sobre a pele. Sabões e detergentes sintéticos, graças a sua propriedade de penetração, emulsificação e dispersão, removem mecanicamente a maior parte da flora microbiana existente nas camadas superficiais da pele, também chamada flora transitória, mas não conseguem remover aquela que coloniza as camadas mais profundas ou flora residente.

  1. (DEPEN/CESPE/2015) Julgue o próximo item, referente a controle de infecção hospitalar.

Quando estiverem visivelmente sujas ou contaminadas por fluidos corporais, as mãos devem ser limpas pela técnica de fricção antisséptica com álcool.

Resposta: Errado.

Quando as mãos estiverem visivelmente sujas, a única forma de higienizar é por meio da lavagem com água e sabão.

  1. (MPU/CESPE/2013) Julgue o item seguinte, acerca do controle da infecção hospitalar.

Na higienização das mãos com álcool gel ou líquido a 70%, deve-se friccionar as mãos durante um minuto e em seguida secá-las com papel toalha.

Resposta: Errado.

Ao higienizar as mãos com álcool gel, não é preciso secá-las com papel toalha.

  1. (IBFC/2013) Em relação à prevenção e controle de infecção hospitalar, leia as frases abaixo e a seguir assinale a alternativa que corresponde a resposta correta:

I – A lavagem das mãos é a fricção manual vigorosa de toda a superfície das mãos e punhos, utilizando-se sabão/detergente, seguida de enxágue abundante em água corrente, sendo, isoladamente, a ação mais importante para a prevenção e controle das infecções hospitalares.

II – A lavagem das mãos é realizada sempre antes dos procedimentos cirúrgicos, e está dispensada na utilização de luva antes e após contatos que envolvam mucosas, sangue ou outros fluidos corpóreos, secreções ou excreções.

III – Infecção hospitalar é aquela adquirida após a admissão do paciente e que se manifeste durante a internação ou após a alta, quando puder ser relacionada com a internação ou procedimentos hospitalares.

IV – Considera-se infecção hospitalar aquela infecção em recém-nascido, cuja aquisição por via transplacentária é conhecida ou foi comprovada e que se tornou evidente logo após o nascimento (exemplo: herpes simples, toxoplasmose, rubéola, citomegalovirose, sífilis e AIDS), devendo ser controlada vigorosamente.

a) todas as frases estão corretas.

b) as frases I e III estão corretas.

c) as frases I, II e III estão corretas. d) as frases III e IV estão corretas. 3

Resposta: Letra b.

  1. (IBFC/2013) Considerando que as infecções hospitalares constituem risco significativo à saúde dos usuários dos hospitais, e sua prevenção e controle envolvem medidas de qualificação da assistência hospitalar, de vigilância sanitária e outras, tomadas no âmbito do Estado, do Município e de cada hospital, leia as frases abaixo e marque (F) se a afirmativa for falsa e (V) se for verdadeira. Em seguida, assinale a alternativa que contém a sequência correta.

(  ) A lavagem das mãos é, isoladamente, a ação mais importante para a prevenção e controle das infecções hospitalares.

(  ) O uso de luvas dispensa a lavagem das mãos antes e após contatos que envolvam mucosas, sangue ou outros fluidos corpóreos, secreções ou excreções.

(  ) Infecção comunitária (IC) é aquela constatada, ou em incubação, no ato de admissão do paciente, desde que não relacionada com internação anterior no mesmo hospital.

(  ) Infecção hospitalar (IH) é aquela adquirida após a admissão do paciente e que se manifesta durante a internação ou após a alta, quando puder ser relacionada com a internação ou procedimentos hospitalares.

a) F, V, F, F

b) V, F, V, V

c) V, F, V, F

d) V, V, V, V

Resposta: Letra b.

II – Errado. O uso de luvas não dispensa a higienização das mãos.

  1. (AOCP/2014) Das informações a seguir sobre Controle de Infecção hospitalar, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma no que se refere às precauções de contato e assinale a alternativa com a sequência correta.

(  ) As precauções de contato são indicadas para patologias facilmente transmitidas por contato direto e são amplamente utilizadas nas precauções com microrganismos multirresistentes.

(  ) O profissional de saúde deve sempre realizar a lavagem das mãos antes e após o contato com o paciente; usar óculos, máscara cirúrgica e avental quando houver risco de contato com sangue ou secreções; e descartar adequadamente os perfurocortantes.

(  ) Colocar as luvas e avental na manipulação dos pacientes somente na manipulação do paciente, no caso de troca de circuitos de ventilador mecânico e administração de medicamentos endovenosos, não há a necessidade de se colocar o EPI.

(  ) Quando não houver disponibilidade de quarto privativo, a distância mínima entre dois leitos deve ser de cinco metros. Equipamentos como termômetro, esfigmomanômetro e estetoscópio devem ser somente o do seu uso exclusivo pessoal.

a) V – V – F – V.

b) F – F – V – F.

c) F – F – V – V.

d) V – V – F – F.

e) V – V – V – F.

Resposta: Letra d.

Assim finalizamos os principais aspectos da Portaria n. 2.616/1998. Espero que esse artigo o tenha ajudado na compreensão de como as bancas pedem o assunto! Bons estudos!

 


Fernanda Barbosa é graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia e Pós-Graduada em Saúde Pública e Vigilância Sanitária. Atualmente, servidora do Tribunal Superior do Trabalho, cargo: Analista Judiciário- especialidade Enfermagem, Professora e Coach em concursos. Trabalhou 8 anos como enfermeira do Hospital Sarah. Nomeada nos seguintes concursos: 1º lugar para o Ministério da Justiça, 2º lugar no Hemocentro – DF, 1º lugar para fiscal sanitário da prefeitura de Salvador, 2º lugar no Superior Tribunal Militar (nomeada pelo TST). Além desses, foi nomeada duas vezes como enfermeira do Estado da Bahia e na SES-DF. Na área administrativa foi nomeada no CNJ, MPU, TRF 1ª região e INSS (2º lugar), dentre outras aprovações.

Deixe uma resposta