Biossegurança na coleta de exames laboratoriais. Por: Fernanda Barboza.

0

Olá, amigo(a) concurseiro! Como você está na preparação rumo a sua prova? Hoje abordaremos um assunto bem cobrado em provas de concursos, a biossegurança na coleta de exames laboratoriais, o que inclui a participação da nossa equipe em exames laboratoriais e em exames de imagem.

A RDC n. 302/2005 e a NR n. 32 abordam a necessidade de adoção de medidas de segurança na área da saúde, que é próprio conceito de biossegurança. Nesse contexto, é necessário o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) e equipamentos de proteção coletiva (EPC) para diminuir os riscos envolvidos.

No esquema seguinte, constam alguns equipamentos de proteção individual (EPI).

Entre os exemplos dos equipamentos de proteção coletiva, estão a caixa de perfurocortante e a cabine de segurança biológica.

O jaleco (avental) deve ser utilizado em todos os tipos de procedimentos, sempre fechado e de manga longa, de preferência com elástico no punho, com comprimento mínimo na altura dos joelhos, abertura frontal e preferencialmente de tecido de algodão ou outro não inflamável.

Lembre-se de que é proibido o uso do jaleco em locais públicos, como refeitório, setores administrativos, biblioteca, ou seja, ele deve ser utilizado somente durante a coleta e o manuseio de material biológico.

É obrigatória a utilização de luvas em todos os procedimentos com risco de exposição a material infectante, a fim de reduzir a incidência de contaminação das mãos: em coleta, manuseio e acondicionamento de materiais biológicos. As luvas também reduzem a possibilidade de que os microrganismos presentes nas mãos do trabalhador sejam transmitidos aos pacientes durante procedimentos invasivos ou quando a pele não intacta, os tecidos e as mucosas possam ser tocados.

As máscaras e os equipamentos de proteção respiratória são utilizados nos procedimentos de coleta em que há risco de formação de aerossóis e gotículas. Os óculos de proteção devem ser utilizados em situações de risco de formação de aerossóis, salpicos de material contaminado ou quebras de vidraria.

Biossegurança na Coleta de Exames – EPC

Para manter a biossegurança do ambiente, além dos EPI, precisamos dos EPC, que são equipamentos que possibilitam a proteção do trabalhador, do meio ambiente e do produto ou pesquisa desenvolvida.

Por hoje é isso, pessoal!

Espero que tenham gostado. Permaneçam focados(as) nos seus objetivos para ter maior proveito nos seus estudos. Até a próxima!

 


Fernanda Barboza é graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia e Pós-Graduada em Saúde Pública e Vigilância Sanitária. Atualmente, servidora do Tribunal Superior do Trabalho, cargo: Analista Judiciário- especialidade Enfermagem, Professora e Coach em concursos. Trabalhou 8 anos como enfermeira do Hospital Sarah. Nomeada nos seguintes concursos: 1º lugar para o Ministério da Justiça, 2º lugar no Hemocentro – DF, 1º lugar para fiscal sanitário da prefeitura de Salvador, 2º lugar no Superior Tribunal Militar (nomeada pelo TST). Além desses, foi nomeada duas vezes como enfermeira do Estado da Bahia e na SES-DF. Na área administrativa foi nomeada no CNJ, MPU, TRF 1ª região e INSS (2º lugar), dentre outras aprovações.


Estudando para concursos da área da Saúde? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Deixe uma resposta