Bioestatística. Por: Fernanda Barboza

0

Olá, amigo(a) futuro(a) servidor(a), nesta aula estudaremos sobre BIOESTATÍSTICA, tema que faz parte do contexto da pesquisa em enfermagem. Esse tema é pouco cobrado em provas, por isso vamos ser objetivos e abordar o que é mais importante dentro dessa temática.

Conceito de Bioestatística

Vamos conceituar a bioestatística?

A Bioestatística é a parte estatística voltada para a área da saúde. Serve de base para a saúde pública, epidemiologia, saúde ambiental dentre outras áreas.

A bioestatística é essencial no planejamento, coleta, avaliação e interpretação dos dados obtidos em pesquisa na área da saúde. Por meio da bioestatística podemos organizar os dados quantitativos em tabelas e interpretar melhor os resultados das pesquisas em enfermagem.

A bioestatística é a base das pesquisas na área da saúde e a análise de dados estatísticos é fundamental para compreender a epidemiologia e outras análises da saúde pública.

Dados e Estatística

O dado pode ser um valor numérico ou não e, se ele é isolado, não conseguimos ter a base para tomada de decisões. O dado só é relevante se for interpretado e comparado com outros valores. Quando processamos os dados encontramos as informações, assim é importante associar os dados em tabelas e gráficos para daí gerar informações, que vão propiciar a base da tomada de decisão para a ação.

A estatística permite organizar, descrever, analisar e interpretar dados oriundos de estudo ou experimentos realizados em qualquer área do conhecimento.

Funções da estatística

Com relação à bioestatística, a análise de dados será feita na área médica.

Tipos de Estatística

Podemos dividir a estatística em três partes

Vamos detalhar o significado?

  1. (FEMPERJ/2012) uma atividade típica da Estatística Inferencial é:

a) calcular taxas;

b) descrever dados em tabelas;

c) definir índices;

d) estimar tamanho amostral;

e) estabelecer hipóteses.

Resposta: Letra e.

A atividade típica da estatística inferencial é o estabelecimento de hipóteses para serem testadas.

O cálculo de taxa, descrever dados em tabelas, definir índices e estimar tamanho amostral fazem parte da estatística descritiva.

Vamos analisar a figura a seguir para aprender a interligação entre as três modalidades da estatística?

Observe a imagem anterior, a amostra faz parte da população, a análise desse pequeno grupo é feita pela estatística descritiva e após essa análise podemos inferir informações a respeito da população por meio da estatística inferencial.

Por hoje é só pessoal, nós vemos no nosso próximo artigo, aproveitem e estudem muito!

_____________________________________

Fernanda Barboza é graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia e Pós-Graduada em Saúde Pública e Vigilância Sanitária. Atualmente, servidora do Tribunal Superior do Trabalho, cargo: Analista Judiciário- especialidade Enfermagem, Professora e Coach em concursos. Trabalhou 8 anos como enfermeira do Hospital Sarah. Nomeada nos seguintes concursos: 1º lugar para o Ministério da Justiça, 2º lugar no Hemocentro – DF, 1º lugar para fiscal sanitário da prefeitura de Salvador, 2º lugar no Superior Tribunal Militar (nomeada pelo TST). Além desses, foi nomeada duas vezes como enfermeira do Estado da Bahia e na SES-DF. Na área administrativa foi nomeada no CNJ, MPU, TRF 1ª região e INSS (2º lugar), dentre outras aprovações.


Estudando para concursos da área da Saúde? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Deixe uma resposta